Contribuir

O que é a IPJNR?

Uma entidade sem fins lucrativos, que busca levar o evangelho do Senhor para todas as pessoas, através de projetos sociais abertos para a comunidade. Uma igreja estabelecida segundo as leis judiciais, atuamos desde 1989 possuímos CNPJ e sede fixa.

Pra onde vai minha contribuição?

Sua contribuição será direcionada aos diversos projetos sociais de nosso ministério. Ajudará a cobrir custos de nosso templo como energia, água, e nos permitirá continuar a resgatar vidas perdidas e integrá-las a sociedade.

Qual valor minimo?

Não estipulamos valor para sua semente, plante o valor que quiser, mas plante de coração. Não se preocupe com a quantidade, pois certamente pouco ou muito tem o mesmo valor diante de Deus, e sua colheita certamente virá, independente do valor.

Alguns de nossos projetos

Restauração Emocional

Através das Escrituras e pesquisa na área da psicologia auxiliamos jovens, adolescentes e até mesmo adultos a vencerem traumas vivenciados na infância, que tem atrapalhado seu avanço e convívio em meio a sociedade.

Logramos exito em resgatar jovens perdidos nas drogas e que hoje construíram uma família, possuem um emprego digno e já estão alcançando mais jovens ainda.

Conheça mais ++
Trabalho especifico com crianças

A maneira mais fácil de resgatar uma sociedade perdida, é tratando do seu futuro. Por essa razão temos trabalhos mensais e diários específicos com crianças, contribuímos para formação de seu caráter e plantamos sonhos em seus coraçõezinhos.

Conheça mais ++
Ônibus com Transporte Gratuito

Nosso ministério possui um ônibus para buscar àqueles que não possuem condições financeiras para estarem frequentando os trabalhos da igreja.

Conheça mais ++

Como posso contribuir?

Conta exclusiva para depósitos no Brasil

Agência: 0414-6
Conta: 0073618-0
Banco: Bradesco

Frequente um de nossos trabalhos e nos solicite ofertar com cartão de crédito.

Para outros tipos de contribuições informaremos posteriormente um endereço para correios.

“Se não fizermos a nossa parte agora, se quiser fazer amanhã talvez não dê mais tempo”. – Andressa Duarte.

X
- Enter Your Location -
- or -